..:: [Pesquisa] ::..

..:: [Translate] ::..

sexta-feira, 28 de agosto de 2009

Sacolas Plásticas: Uso Consciente no estado de São Paulo

Por: Patricia Sansivieri

O uso de sacolas e sacos plásticos em supermercados pode ser proibido em todo o estado. Projeto de lei sobre o assunto está em análise na Comissão de Constituição e Justiça da Assembléia Legislativa de São Paulo.

A idéia é obrigar as lojas a conscientizar consumidores e estimular a utilização de sacolas reutilizáveis, com a oferta de embalagens alternativas que, poluíssem menos o ambiente.

Os estabelecimentos teriam meio ano para se adaptar às regras. Os que desrespeitassem as normas seriam notificados ou multados em até R$ 15.850.

Já, em Santos, um projeto de lei complementar do vereador Marcelo Del Bosco (PPS) tramita na Câmara com o mesmo objetivo: fazer com que os estabelecimentos comercais utilizem sacolas oxi-biodegradáveis (também conhecidas como ecológicas).

4 comentários:

Anônimo disse...

Olá, acho que já é hora das pessoas fazerem algo para salvar o planeta, se é que ainda dá tempo.
Moro em Granada, España, e aqui já estao começando a implantar o famoso carro da compra,sacolas vendidas pelas grandes superficies , mas tambem muitas outras pessoas, estao se perguntando. E o lixo, onde vamos a colocá-lo?

Aristides Faria disse...

Caro(a) leitor(a),

Antes de tudo devo agradecer sua participação. É sempre enriquecedor receber relatos de experiências vindos de outros cantos do mundo.

Você leu o artigo "Imporatação de Lixo S/A?". Tenho certeza que irá gostar!

Mantenha contato!

Um forte abraço!
Sucesso sempre,
Aristides Faria

Patty Blanco disse...

Olá amigo leitor!

Muito obrigada pela sua participação...essa troca de idéias, é realmente nosso maior objetivo.

É muito bom poder perceber que as pessoas, cada vez mais, se questionam e se interessam por questões ambientais, tão sérias e importantes.

O aumento da publicação dos resultados de pesquisas realizadas sobre questões ambientais, vem fazendo com que as pessoas se envolvam mais sobre o assunto.

E se envolver com as causas, se questionar sobre os fatos e discutir as atitudes que vem sendo tomadas pelos governantes, são passos importantíssimos para tentarmos salvar o planeta.

E aí vai uma dica simples: para tentarmos diminuir a quantidade do lixo gerado por nós, devemos parar de apenas "concordar" com o que lemos e ouvimos, e passar a agir, separando o lixo reciclável em casa. É uma atitude simples, mas que faz com que toneladas de lixo descartadas por nós, seja reutilizado como matéria prima.

Cito mais uma vez o artigo "Importação de Lixo S/A", que levanta esse assunto.

Mais uma vez, obrigada pela participação.

Patricia Blanco

Guevara Biella Miguel disse...

Com relação a sua pergunta anônimo, estamos atingindo um nível de tecnologia em que quase todo o lixo poderá ser reciclado, ou seja, poderemos ver um ciclo de renovação de materias muito constantemente. Porém, ainda é muito caro e é mais fácil enterrar o lixo, do que tratá-lo. Mas tenhamos fé.

Um abraço,
Guevara Biella Miguel